Menu

Sindicato se reúne com a Secretaria de Saúde de Londrina e pede providências para prevenção ao coronavírus nas unidades penais


26/06/2020


Falta de Equipamentos de Proteção Individual (Epis), de testes e a inexistência de um protocolo sanitário comum para todas as unidades foram alguns dos temas tratados na reunião entre a Secretaria Municipal de Saúde de Londrina e o SINDARSPEN, na quarta, 24/06. Com a presença do diretor sindical Daniel Molina e o advogado do sindicato Mário Barbosa, a reunião definiu algumas medidas urgentes a serem tomadas para prevenção do coronavírus nas unidades penais da idade de Londrina.

Representando a Secretaria Municipal de Saúde, a diretora geral  Rosilene Aparecida Machado ouviu o relato sobre a atual situação das unidades penais no Paraná, especialmente as de Londrina.  O diretor do SINDARSPEN, Daniel Molina, citou as necessidades de EPis em quantidade suficiente, termômetros, oxímetros, além da urgência para testagem de servidores e presos. “ A partir da testagem em massa será possível isolar quem pode contaminar outros por estarem, por exemplo, assintomáticos  e conter a disseminação da doença, “  disse Molina.

A diretora também solicitou informações sobre o protocolo sanitário que vem sendo adotado nas unidades penais de Londrina e propôs que sejam feitas  visitas de agentes da Vigilância Sanitária para que em conjunto com o Sindicato definam um protocolo comum. O sindicato se  colocou à disposição para construir coletivamente uma diretriz para o combate ao coronavírus nas unidades penais. Além desta medida, ficou definido que a Secretaria irá fornecer novas máscaras, termômetros e testes. Porém, não informou ainda o número de testes que serão disponibilizados.

O advogado do sindicato Mário Barbosa salientou que o  SINDARSPEN tem tomado todas as medidas cabíveis para que o Estado cumpra sua função e responsabilidades no combate ao novo vírus e na proteção da saúde dos servidores e presos.  “ Sabemos que a maioria destas atividades já deveriam ter sido definidas pelo governo do estado. Desta forma, faz-se necessário a busca por parcerias porque o assunto da disseminação da COVID 19 é urgente e grave”, destacou.

O Sindarspen também oficiou em Londrina, o Ministério Público, Conselho da Comunidade,  Vara de Execuções Penais,  OAB,  Secretário Municipal de Saúde,  Secretaria Estadual de Saúde Regional Londrina,  o Secretário Municipal de Segurança, Defensoria Pública Federal em Londrina,  Universidade Estadual de Londrina, Conselho de Direitos Humanos, SESP PR, Depen Pr,  Prefeito de Londrina, ;Coordenador Regional do DEPEN PR e ao Deputado Cobra.


Tags: londrina, coronavírus, prevenção, sindarspen, policiais penais